Política

Publicada em 21/03/17 às 20:19h
Secretário Estadual da Fazenda reconhece aumento da dívida com a União, adiantado por Lara

Rádio Difusora - Bagé RS


 (Foto: Vinícius Reis)
Em audiência pública na Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa, na tarde de segunda-feira (20), o secretário estadual da Fazenda, Giovani Feltes reconheceu que a renegociação da dívida com a União irá aumentar em até R$ 30 bilhões, caso o Estado aceite o Plano de Recuperação fiscal proposto pelo governo federal, como já havia afirmado o deputado Luís Augusto Lara.

O Rio Grande do Sul tem uma dívida de R$ 9,2 bilhões que foi contraída em 1998, desde então pagou R$ 24,8 bilhões e ainda deve R$ 57,8 bilhões. O deputado Lara, ainda em 2016 cobrava uma ação do governo sobre o ressarcimento da Lei Kandir, agora, com o anúncio das contrapartidas, Lara vem questionando e debatendo que aderir a este Plano de Recuperação Fiscal proposto é um crime contra as finanças do Estado.

Além de declarar que a renegociação poderá ser "catastrófica", o Secretário Estadual da Fazenda já antecipou que o próximo governador deverá, também, efetuar uma nova renegociação da dívida. De acordo com Lara, além de aumentar a dívida em R$ 30 bilhões, esta renegociação terá reflexos negativos nos próximos governos, não acabando com os problemas do Estado.

 "São Paulo e Minas Gerais não estão aderindo, aqui no Rio Grande, além de aderir a este absurdo, estão fazendo um desmanche do Estado, propondo a venda dos setores energéticos, da Corsan e do Banrisul. Então, antes de pensarmos em renegociação, precisamos fazer o encontro de contas do que a União nos deve e do que devemos, além de averiguar os incentivos fiscais concedidos pelo Estado, através de uma CPI", defende Lara.




-
Fan Page

Contatos: (53) 3242 6471 - (53) 3241 2069 - WhatsApp: (53) 9 9901 8258
Copyright (c) 2018 - Rádio Difusora - Bagé RS - Todos os direitos reservados