PARTICIPE 53 9 9901 8258

NO AR

Rádio Difusora - Bagé RS

www.difusorabage.com.br

Cidade

Ministério Público vai averiguar situação do Hospital Universitário de Bagé

Publicada em 11/01/17 as 23:58h por Rádio Difusora - Bagé RS


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Divulgação)
O Ministério Público de Bagé vai averiguar, nas próximas semanas, os motivos pelos quais o Hospital Universitário do município ainda não voltou a atender pacientes por meio do SUS. A garantia foi dada pela promotora Marlise Martino Oliveira ao delegado do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul - SIMERS - em Bagé, Roberto Gaffrée, durante encontro nesta semana.

O Hospital Universitário, que havia fechado suas portas em agosto e tem capacidade para 100 leitos, reabriu em dezembro. Porém, com quantidade reduzida, apenas para pacientes particulares e de convênios. A promotora decidiu tomar a medida tendo em vista que há uma ação civil pública, movida pelo Ministério Público, onde foi determinado o bloqueio de valores do estado para serem repassados ao hospital para seu pleno funcionamento. Ela disse ter recebido relatos de que o hospital teria sido reaberto em condições precárias e com falta de materiais, motivo pelo qual requisitará nova verificação no local.

Santa Casa

No encontro com o SIMERS, a promotora foi informada por Roberto Gaffrée de que a situação da Santa Casa de Caridade deve apresentar melhoras com a posse da nova provedoria. Os médicos receberam, no final de dezembro, parte das remunerações atrasadas. Existe a promessa de uma reunião com os gestores da instituição na metade do ano para avaliação dos avanços sinalizados.

 O delegado do SIMERS em Bagé, Roberto Gaffré, destacou a importância do encontro com o Ministério Público. Segundo ele, foi uma reunião proveitosa e reforça a aproximação com as duas entidades. "Ficamos seguros de que, em caso de novos atrasos nos pagamentos, os médicos não serão responsabilizados por suposta omissão de socorro, desde que, com a orientação do sindicato, adotem as cautelas legais necessárias, como a formalização de aviso prévio à instituição e autoridades", afirmou Gaffrée. 





Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.







.

LIGUE E PARTICIPE

Copyright (c) 2018 - Rádio Difusora - Bagé RS - Contatos: (53) 3242 6471 - (53) 3241 2069 - WhatsApp: (53) 9 9901 8258