PARTICIPE 53 9 9901 8258

NO AR

JORNAL DA NOITE

www.difusorabage.com.br

Cidade

Urcamp dá prazo de 15 dias para que lideranças da saúde viabilizem a manutenção do HU

Publicada em 11/07/16 as 14:07h por Rádio Difusora - Bagé RS


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Ascom/Urcamp)
Um fôlego para buscar alternativas que possam manter o funcionamento do Hospital Universitário. Esta foi a principal definição do encontro que reuniu na Urcamp nessa sexta-feira, 08, algumas das lideranças da saúde no município. Depois de ouvir um relato sobre a situação financeira do Hospital Universitário pela Reitora da Urcamp Lia Quintana e pelo Pró-reitor Administrativo Aurelino Rocha, o grupo, formado por representantes do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde de Bagé, pelo Coordenador Regional de Saúde da 7º Dauto Paiva, o prefeito Dudu Colombo e alguns vereadores, discutiram e debateram soluções que viabilizassem o não fechamento do hospital.

 Durante quase três horas foram projetadas ações e sugestões. A primeira medida definida foi uma agenda no início da semana que vem em Porto Alegre com a Secretaria Estadual da Saúde, para cobrar a liberação imediata do valor de um milhão de reais, oriundo de repasses que não foram feitos pelo estado, mas de serviços que foram oferecidos à comunidade pelo hospital. Outra negociação envolve o aumento da contratualização, que hoje é de 320 mil reais que não paga a folha de funcionários, segundo a Reitora da Universidade, que é quem mantém juntamente com a Fundação Áttila Taborda, o HU.

O prefeito Dudu Colombo disse que o município não tem condições financeiras de ajudar o hospital. "Nós estamos aqui para nos inteirarmos da situação e para nos solidarizarmos com a causa. Vamos juntos buscar uma alternativa, mas hoje o município não tem como fazer aportes", relata. O HU não recebe nenhum recurso do executivo municipal.

O advogado do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde, Alex Sandro Martins Rodrigues pediu à Urcamp um prazo de 15 dias, antes que começassem a serem feitos os desligamentos de funcionários. "Nós queremos buscar esses repasses que não foram feitos para fazer com que o hospital respire, pelo menos, aí teremos um pouco de tempo para tentarmos novas alternativas", explica.

 A dívida hoje do HU é algo em torno de três milhões de reais entre médicos, fornecedores e empréstimos bancários. Em 2015 o prejuízo do hospital foi de R$ 1.673.632,33. Em 2016 o saldo negativo já chega em R$ 1.830.450,00.

A Reitora Lia Quintana acatou ao pedido. "Fizemos um trato com o sindicato e queremos um encaminhamento em 15 dias, nós vamos dar esse prazo para vermos o que conseguimos fazer e arrecadar até lá", esclarece.

 O anúncio de fechamento gradual das atividades no Hospital Universitário foi feito na quinta-feira, 07, através de uma nota aos órgãos competentes, como Ministério Público e entidades ligadas à saúde e imprensa, onde a gestão da Universidade relata o déficit financeiro do hospital e os aportes de recursos que a Instituição Urcamp vem fazendo nos últimos anos para manter em funcionamento o HU.





Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.







.

LIGUE E PARTICIPE

Copyright (c) 2018 - Rádio Difusora - Bagé RS - Contatos: (53) 3242 6471 - (53) 3241 2069 - WhatsApp: (53) 9 9901 8258